Atendimento telefônico: 48. 3234-7247 ou 48. 3364-7247
Somos feitos de ideias. Cresça conosco.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (Obrigatório)

Seu telefone (com DDD) (Obrigatório)

Assunto

Mensagem


Reconhecimento

Desde 2007 entregando o melhor conteúdo para o crescimento das farmácias e farmacêuticos magistrais.

Siga-nos

Nosso Endereço

Rua Santa Luzia 100
The Place Office Sala 206
Florianópolis, Ilha da Magia SC
Brasil

Telefones: 48. 3234-7247  | 3364-7247
Email: pharmaceutical@pharmaceutical.com.br

O atendimento “on demand” das Farmácias de Manipulação, via Whatsapp.

O atendimento “on demand” das Farmácias de Manipulação, via Whatsapp.
1 de outubro de 2018 Regis Luiz

Nos últimos anos, a facilidade de adquirir produtos pela internet ou mesmo via aplicativos ganha gradativamente espaço no mercado. O atendimento “on demand” das farmácias de manipulação, via Whatsapp, faz parte desse universo.

O atendimento ocorre no sofá de casa e a ferramenta de busca é simples: um celular. Uma mensagem e pronto. O pedido já pode ser feito. A capacidade de adaptar o pedido para as telas do smartphone vem cada vez mais ganhando adeptos. De acordo com a Pharmapele, uma das maiores redes de farmácias de manipulação do estado, nos últimos 12 meses, mais que triplicou a procura de medicamentos através desse canal de atendimento. E para esses números uma resposta unânime: a vetorização do tempo. “Para a correria do dia a dia, você não precisa se deslocar até uma unidade física para ter o seu medicamento. É mais cômodo fazer o pedido online”, comenta Maria Saldanha, diretora de marketing da Pharmapele. O que antes demandava a ida a vários locais para fazer a pesquisa de preço, hoje pode ser adquirido com o envio de algumas mensagens.

Tranquilidade e agilidade. Essas foram as palavras utilizadas pela gerente administrativa Luciana Brito para descrever o serviço. Ela descobriu a ferramenta recentemente, após precisar encomendar um medicamento para o seu animal de estimação. “O pedido era urgente. Cheguei a ir na farmácia de manipulação e eles disseram que iam encaminhar o pedido para o veterinário avaliar. Pediram, então, para que eu continuasse contactando eles pelo Whatsapp e foi até mais fácil. A compra acabou sendo finalizada por lá mesmo”, comenta. Segundo ela, o produto chegou em sua casa no mesmo dia, mediante a uma taxa de entrega urgente.

Veja também:  UM SITE QUE TE AJUDA NA PROPAGANDA DA SUA FARMÁCIA. Clique AQUI

Entre os benefícios da compra, ainda se pode contar a individualidade do atendimento, sendo possível personalizar o produto para a realidade de cada cliente. Enquanto em grandes indústrias, o medicamento é pensado de maneira a seguir um padrão, nas farmácias de manipulação sua fabricação é imediatamente relacionada à dosagem e concentração que o paciente precisa ingerir. No caso de Luciana o medicamento pedido foi o Itraconazol em gotas, o qual pagou em torno de R$ 53. “É um remédio simples, veio com 30 mL. Eu preciso apenas dar ao meu gato 1 mL por dia”, comentou. Nas farmácias normais, o valor do remédio pode chegar a custar R$ 63,73, com 15 comprimidos. A diferença, então, chegando a ser de 20% entre as farmácias.

Por isso, quando se trata de dinheiro, esta é uma das principais diferenças das farmácias manipuladas.  Dependendo da complexidade das fórmulas prescritas, os manipulados podem chegar a ser de 40% a 50% mais baratos do que os industrializados, apresentando mesmo assim uma equivalente qualidade e eficiência. “Na realidade das drogarias, você compra uma caixa com 30 cápsulas, quando você só vai ingerir 10 e desperdiçar o resto. Outro caso comum é quando, ao comprar medicamentos comuns, você corta o comprimido ao meio para ingerir a dosagem que você precisa. Desperdício mais uma vez”, comenta Saldanha. Assim, o que é uma pequena quantidade descartada poderia ser uma economia significativa para a compra.

A Farmácia

Atendimento individualizado e organização ao planejar o tempo. Essas são as duas características que dividem espaço na dinâmica de atendimento do nutrólogo Rodrigo Carvalho. Ao prescrever os produtos manipulados, o profissional já entende uma maneira de acelerar a pesquisa do cliente. “No meu consultório, por exemplo, eu prescrevo as substâncias e já a encaminho para as farmácias que confio, respeitando sempre a livre escolha do cliente”, comenta. Para isso, alguns cuidados precisam ser tomados, a começar pelo estabelecimento para o qual é encaminhada a fórmula.

Para que funcione legalmente, o estabelecimento precisa cumprir cerca de 200 exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do órgão de fiscalização do município onde está instalado. Entre as dicas reveladas, vale lembrar de verificar se há a garantia do selo da Anvisa ou mesmo a autorização da Vigilância Sanitária no local.

Fonte: Diário de Pernambuco

 

 

ATENÇÃO FARMACÊUTICO(A) MAGISTRAL: Entrou em vigor a RDC 222/2018 que regulamenta a obrigatoriedade de atualização do NOVO PGRSS. Saiba mais aqui.